Obras nas ruas da cidade.
Por Amarildo Paticcié
05/03/2006  às 14:46
Postado 05/03/2006  às 14:46

O reparo da avenida Rui Barbosa, mais uma vez, é foco de reclamação. A prefeitura direcionou recurso, mas o serviço não teve qualidade, deixando o local ficar pior do que estava. Problema que ocorreu também no bairro 4º depósito, rua Carlos Augusto do Nascimento. Em vários trechos os bloquetes (iguais da Av. Rui Barbosa) já estão soltos. O rejunte que foi preparado na própria rua, tem ocasionado problemas para moradores por ter sido jogado pinche sobre os bloquetes. Ocorreu também derrame em terreno abandonado e as crianças passaram a brincar com o produto químico. Em dias de calor, os carros levam pinche nos pneus e as pessoas nos calçados, para dentro de casa.
Já na praça da Bíblia, os moradores não entendem por que foi retirado o calçamento de um trecho da rua se não havia problemas ali. O que parecia o início de uma obra, foi abandonado. Com as chuvas, a rua está afundando. Moradores fizeram contato com a secretaria de obras, foram orientados a contatarem com a secretaria de administração. Foram então informados que os problemas são de responsabilidade da empreiteira contratada para as obras do local e têm que aguardar, oh luta!
A revista “Isto é”, em 11 de fevereiro, noticiou: “Tapa-buracos no foco das suspeitas: Governo reprova contratos e aperta empreiteiras. Motivo: o TCU tem 100 fiscais vigiando a recauchutagem das rodovias. O rigor interno tem motivo: o governo está preocupado com a fiscalização externa da operação. Só o Tribunal de Contas da União (TCU) mobilizou mais de 100 auditores para escarafunchar desde a contratação das empreiteiras até a qualidade do serviço”.
A boa iniciativa do TCU deveria virar moda nas obras municipais também. Porque serviço de péssima qualidade, nas ruas de Santos Dumont não é problema novo. Basta rodar por aí que problemas em obras de administrações passadas podem ser vistos. Bairro da Glória, Córrego do Ouro, Graminha, Perobas, enfim não faltam maus exemplos. Citaremos, então, a rua Constantino Horta, no bairro 4º Depósito. Os buracos se multiplicam em meio à fina camada de asfalto que praticamente desapareceu. Asfalto é palavra muito profetizada em ano de eleições. É obra rápida e fica muito visível. O produto é oferecido como um presente dos deuses, para os eleitores. Mas quando o presente não tem qualidade pode virar stress diário para quem necessita transitar pelas ruas da cidade.
Amarildo
Março de 2006

Comentar
Lista de Comentários
Sandumonense
O PIOR É QUE ALÉM DOS BURACOS EM TODA A CIDADE, JÁ ESTAMOS SENDO CONHECIDOS NA REGIÃO PELA VIOLENCIA E BARBARIOES QUE OCORRERAM DURANTE O CARNAVAL.

COMO DOI VER NOSSA CIDADE ENTREGUE A INEPTOS!
Postado 05/03/2006  às 22:09
Robson Israel
Aí Amarildo, parabéns pelas suas matérias, você é "cobra criada" com as palavras!!!
Postado 05/03/2006  às 17:02
© 1997 - 2019 Todos os direitos reservados a Cabangu Internet LTDA.
Este material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuido sem prévia autorização.
Desenvolvido em Wordpress por Rodrigo Brandão.